Twitter RSS
Close

Corinthians 2 x 1 Palmeiras – 25/03/2012

12085250
Foto: Marcelo Justo/Folhapress

E a primeira derrota na temporada não poderia ser pior.

No primeiro Derby do ano saímos na frente do marcador mas voltamos desligados para a etapa final e acabamos tomando a virada logo no início.

Entramos em colapso com a inesperada mudança de placar. Nada mais dava certo e perdíamos a posse de bola a todo o instante. Praticamente não finalizamos.

Jogo válido pela 15ª rodada do Paulistão 2012.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 25/03/2012, domingo
Horário: 16h. (de Brasília)
Renda: R$ 902.189,00
Público: 29.284 pagantes/31.059 no total
Árbitro: Marcelo Rogério
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Assistentes adicionais: Vinicius Furlan e Raphael Claus
Cartões Amarelos: Liedson, Chicão, Gilsinho e Emerson (Corinthians); Márcio Araújo, Henrique, Marcos Assunção e Ricardo Bueno (Palmeiras)
Gols: Corinthians: Paulinho, aos três minutos, e Márcio Araújo (contra), aos seis minutos do segundo tempo.
Palmeiras: Marcos Assunção, aos 17 minutos do primeiro tempo

Corinthians: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo (Douglas); Emerson, Jorge Henrique (Gilsinho) e Liedson (Elton)
Técnico: Tite

Palmeiras: Deola; Cicinho (Pedro Carmona), Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor (Artur) e Valdivia; Maikon Leite (Ricardo Bueno) e Barcos
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Juizão mete a mão e o Verdão perde
Por Eduardo Luiz  [email protected]
O clássico começou com o Corinthians tendo mais posse de bola, mas com o Palmeiras sendo dono das principais chances de gol. logo aos 40 segundos Marcos Assunção cobrou falta da intermediária para defesa de Julio César. Aos 8 minutos João Vítor serviu Barcos, que cabeceou para fora. O Pirata estava livre de marcação, e poderia ter dominado.

Aos 11 minutos Assunção voltou a levar perigo numa cobrança de falta que passou perto. A primeira finalização corintiana surgiu apenas aos 15, com Jorge Henrique, mas o chute saiu por cima. Melhor no jogo, o Verdão abriu o placar aos 17 com Marcos Assunção, e foi com a bola rolando; o camisa 20 experimentou de longe, a bola desviou nas costas de Leandro Castan e morreu no fundo das redes de Julio César: 1 a 0.

Atrás no marcador, o Corinthians abriu a caixa de ferramentas. Primeiro Liédson solou Deola, numa falta passível de expulsão que resultou ao atacante rival apenas um cartão amarelo. Pouco depois Chicão entrou de sola na canela de Barcos, mas novamente o juiz contemporizou.

Alheio à selvageria do adversário, o Palmeiras seguiu em busca do segundo gol. Aos 32 minutos Barcos tocou para Valdivia; o Mago fintou o goleiro mas perdeu o tempo de bola. Aos 37 Marcos Assunção cobrou falta, por cima. Assim foi o primeiro tempo no Pacaembu.

Na etapa final o Verdão voltou desligado, e foi castigado rapidamente. Aos 3 minutos Chicão cobrou falta, a bola bateu em Márcio Araújo e sobrou para Paulinho empatar: 1 a 1. Na sequência, em jogada idêndica, Araújo voltou a vacilar e mandou contra a própria meta: 2 a 1.

A virada repentina – e injusta do Corinthians desestabilizou o time de Felipão. Aos 15 minutos Emerson fez boa jogada individual e tocou para Jorge Henrique finalizar, mas a bola bateu em Juninho e saiu. Aos 19 Edenílson finalizou da entrada da área e exigiu de Deola uma linda defesa.

Já com Pedro Carmona e Ricardo Bueno em campo, o Palmeiras só foi reagir depois dos 20 minutos. Aos 23 Valdivia pegou a sobra dentro da área e mandou por cima, rente ao travessão. Apesar de ter voltado a ter a posse de bola, o Verdão não conseguia articular jogadas, enquanto que o Corinthians mostrava-se satisfeito com o resultado.

Aos 43 minutos, no último lance do clássico, Assunção levantou na área e Henrique, livre de marcação, cabeceou para fora. O resultado tira a liderança e a invencibilidade do Verdão, mas o time segue entre os líderes do Paulistão.

Quarta-feira (28/03), no jogo que pode marcar a estreia de Wesley, o Palmeiras vai a Jundiaí para enfrentar o Paulista, às 22h. Henrique, suspenso, será o desfalque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.