Twitter RSS
Close

Comercial-PI 1 x 2 Palmeiras – 23/02/2011

Kleber comemora seu gols na vitória do Palmeiras sobre o Comercial-PI (Foto: Agência Estado)

O Palmeiras foi a Teresina com a missão de derrotar o Comercial-PI por um placar acima de dois gols para já assegurar sua classificação à próxima fase da Copa do Brasil.

O Verdão dominou boa parte da partida. Liderado por Valdivia, criou boas oportunidades, abriu 2 x 0 no marcador, mas pecou na finalização. A punição veio com gol de Rafael aos 30min do segundo tempo.

Jogo de ida válido pela primeira fase da Copa do Brasil 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Albertão, em Teresina (PI)
Data: 23 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Assistentes: Thiago Gomes Brigido e Arnaldo Rodrigues de Souza
Cartões amarelos: Maurício Ramos e Valdívia (Palmeiras); Thiago, Isael, Binha e Alisson (Comercial-PI) 
Gols: COMERCIAL: Rafael, aos 30 minutos do segundo tempo. PALMEIRAS: Adriano, aos 31 minutos do primeiro tempo; Kleber, a 1 minuto do segundo tempo.

COMERCIAL-PI: Neto; Barata, Alisson, Rafael e Thiago; Ivan, Evandro, Binha (Puxinha) e Isael (Bezerra); Toni e Zé Rodrigues (Chrislan)
Técnico: Anibal Lemos

PALMEIRAS: Bruno; Cicinho (Tinga), Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; João Vitor, Márcio Araújo, Patrik e Valdívia (Chico); Adriano (Miguel) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

PTD, globoesporte.com, Terra, EstadaoFolha Online.

Classificação adiada

Desfalcado por alguns titulares, como Marcos, Marcos Assunção, Luan e Tinga (que ficou no banco), o Palmeiras iniciou o jogo num ritmo cadenciado. Já o Comercial mostrou desde o apito inicial que dificilmente levaria perigo ao gol de Bruno.

Mesmo sem fazer uma grande exibição, o time de Felipão foi criando algumas oportunidades. Aos 12 minutos Kleber ajeitou para Maurício Ramos finalizar prensado; a bola saiu rente à trave direita do goleiro. Aos 17 Valdivia cobrou falta na cabeça de Kleber, que desviou na trave. Aos 23 Patrik entrou na área e ao invés de cruzar preferiu chutar direto, errando o alvo.

Após várias tentativas frustradas, o gol acabou saindo aos 30 minutos. Cicinho roubou a bola no meio-campo e tocou para Valdivia levantar na cabeça de Adriano: 1 a 0. Foi o primeiro tento do atacante com a camisa alviverde. Na comemoração, nada de dancinha. A frente no placar, o Verdão se soltou.

Aos 32 minutos, após confusão dentro da área, a bola sobrou para Patrik finalizar da marca do pênalti, mas o goleiro defendeu no reflexo. Aos 37 Adriano recebeu longo lançamento mas teve a conclusão abafada por Neto. No lance seguinte o Comercial enfim conseguiu criar uma jogada de perigo; Tiaguinho chutou, Bruno desviou e a bola ainda beliscou a trave. Assim foi o primeiro tempo no estádio Albertão.

Na etapa final o Palmeiras voltou disposto a resolver logo a parada. Logo no primeiro minuto Kleber recebeu, girou e chutou no canto do goleiro: 2 a 0. A torcida se animou, esperando uma goleada. Mas ficou esperando.

Satisfeito com o resultado, o time de Felipão diminuiu o ritmo e aos poucos foi cedendo espaços para os donos da casa atacarem. Aos 19 minutos Tiaguinho desviou cruzamento de cabeça à esquerda de Bruno. Dez minutos mais tarde, em outra jogada aéra, o gol do Comercial acabou saindo; Rafael subiu mais alto que Maurício Ramos e diminiu a vantagem: 2 a 1.

Imediatamente após o gol, Felipão promoveu a entrada de Tinga, mas o volantou pouco ajudou. Nos últimos 10 minutos o Comercial tratou de fazer cera, e com a conivência do juiz e conseguiu segurar o resultado, que garante a realização do jogo de volta, marcado para quarta-feira que vem (02/03), no Pacaembu.

Domingo (27/02) o Verdão enfrenta o São Paulo, às 16h no Morumbi. Marcos Assunção, Thiago Heleno e Luan estarão de volta. Marcos e Deola seguem como dúvida. Já Lincoln, só Deus sabe.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.