Twitter RSS
Close

Mogi Mirim 0 x 0 Palmeiras – 20/02/2011

Kleber fez bom duelo contra os zagueiros do Mogi, criou chances, mas passou em branco (Foto: Ag. Estado)

O Palmeiras foi a Mogi Mirim com a missão de se manter na liderança do campeonato.

Depois de criar muitas chances e ser superior nas duas etapas, a falta de pontaria e o goleiro adversário impediram que o Palestra conquistasse os 3 pontos desejados na partida que marcou o retorno de Valdívia aos gramados.

O empate ainda deixa a equipe de Felipão com 20 pontos, mas permite aos rivais uma aproximação perigosa.
Agora o Verdão dá um tempo no Paulistão pois quarta-feira (23/02) estreia na Copa do Brasil diante do Comercial-PI, fora de casa.

Jogo válido pela 9ª rodada do Paulistão 2011.

FICHA TÉCNICA:

Estádio: Romildo Vítor Ferreira, em Mogi Mirim (SP)
Data/hora: 20/2/2011 – 16h
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli e Maria Eliza Correia Barbosa
Renda/público: R$ 326.280,00 / 7.710 pagantes
Cartões amarelos: Everton Dias, Bruno de Jesus, Audálio, Roberto Jacaré (MOG); Danilo (PAL)
Cartões vermelhos: Bruno de Jesus, 43’/2ºT (MOG)

MOGI MIRIM: João Paulo, Maisena (Leonardo, 42’/1ºT), Audálio, Everton Dias e João Paulo Gomes (Fernando, 21’/2ºT); Baraka, Val (Paulo Isidoro, 16’/2ºT), Bruno Jesus e Geovane; Roberto Jacaré e Denílson. Técnico: Guto Ferreira.

PALMEIRAS: Bruno, Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Vítor, 33’/2ºT), Tinga (Patrik, 9’/2ºT) e Valdivia (Adriano, 18’/2ºT); Luan e Kleber. Técnico: Felipão.

PTD, globoesporte.com, Terra, EstadaoFolha Online.

Na volta de Valdivia, Palmeiras só empata com Mogi, mas fica em 1º

A falta de pontaria impediu o Palmeiras de obter mais uma vitória no Campeonato Paulista. Em uma atuação irregular, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari ficou no empate sem gols com o Mogi Mirim, na tarde deste domingo, fora de casa. Apesar do tropeço, o clube alviverde permanece na liderança do Estadual, por conta da derrota do Santos no clássico diante do Corinthians.

O resultado, porém, não pode ser tão lamentado pelos palmeirenses. O clube atingiu 20 pontos e continua na liderança, apesar de, agora, ter o Mirassol na cola, na segunda colocação, com 19 pontos. Já o Mogi Mirim segue próximo da zona de rebaixamento.

Luiz Felipe Scolari surpreendeu antes do jogo e colocou Valdivia como titular. A volta do chileno deu uma criatividade que faltava ao time de Felipão, que teve uma série de boas oportunidades.

As tentativas de abrir o placar, porém, pararam tanto nas falhas de finalizações quanto em João Paulo, goleiro do Mogi Mirim que chegou a fazer uma complicada defesa em chute de Adriano Michael Jackson.

Atrás, o goleiro Bruno, substituto dos lesionados Deola e Marcos, também evitou um tropeço em contra-ataques rápidos puxados pela equipe do interior paulista.

Ainda líder, o Palmeiras retorna a campo no próximo domingo, quando terá pela frente o clássico contra o São Paulo. Um dia antes, o Mogi Mirim pega o Americana.

O jogo

Pela primeira vez na temporada, Luiz Felipe Scolari enviou a campo o Palmeiras com Valdivia. Fora de atividade desde novembro do ano passado, o chileno acabou escalado como o responsável por municiar o ataque, formado na tarde deste domingo por Kleber e Luan ¿ sem um homem de referência.

A ausência de um centroavante refletiu na forma a qual o Palmeiras se comportou em campo. Tentando realizar a função, Kleber acabava facilmente parado pela defesa adversária. O Mogi Mirim, por outro lado, investia nos contra-ataques para surpreender a meta defendida por Bruno.

A primeira grande oportunidade surgiu dos pés do clube mandante. Aos 24min, Geovane arriscou bom chute e assustou Bruno. A partir deste lance, o Palmeiras, acuado, subiu a marcação e passou a pressionar o Mogi Mirim; entretanto, parou na ótima atuação do goleiro João Paulo.

O primeiro lance de protagonismo do goleiro do Mogi foi aos 37min. Luan recebeu ótima bola de Tinga e, de frente pro gol, viu o camisa 1 adversário realizar uma excelente intervenção para evitar o gol do time palestrino.

O Palmeiras voltou a ameaçar o time da casa aos 39min. Rivaldo arriscou o chute. A bola, bem direcionada pelo ala esquerdo palmeirense, passou rente à trave de João Paulo, que contou com sorte para não ser vazado na última oportunidade dos visitantes durante a primeira etapa.

Acuado na parte final dos primeiros 45min, o Mogi retornou melhor a campo. Antes dos dez minutos de jogo, a equipe interiorana ameaçou Bruno por duas oportunidades. Aos 4min, Roberto Jacaré tentou o cruzamento para a área e a bola passou perto da trave do goleiro adversário. Logo aos 6min, o mesmo Roberto Jacaré chutou com perigo e obrigou o camisa 1 a intervir.

Apagado em sua primeira partida no ano de 2011, Valdivia teve o principal momento na partida aos 10min. O chileno deu um lindo passe para Kleber, que chutou para o gol e obrigou o goleiro João Paulo a fazer uma linda defesa.

A melhor oportunidade do chileno acabou sendo a principal chance palmeirense na segunda etapa. Apesar do melhor toque de bola, o time comandado por Luiz Felipe Scolari não conseguiu furar a defesa adversária e ainda sofreu sustos. Aos 37min, Bruno soltou a bomba e explodiu a trave visitante.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.