Twitter RSS
Close

Avaí 4 x 2 Palmeiras – 18/07/2010

Lincoln disputa a bola com o jogador Avaiano.

Não foi a estreia que Felipão queria. Após ver uma boa apresentação do Palmeiras diante do Santos, das arquibancadas, o técnico foi ao banco de reservas pela primeira vez neste domingo.

Motivado pela vitória da última rodada, o Palestra não conseguiu fazer uma boa atuação e, mesmo com um a mais em campo, acabou derrotado.

O revés deixa o Verdão estacionado nos 12 pontos e na décima primeira posição da tabela.

Jogo válido pela 9ª rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 18 de julho de 2010, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 8.329 espectadores
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Assistentes: Paulo Ricardo da Silva Conceição e Julio César Rodrigues dos Santos (ambos RS).
Cartões amarelos: Rudnei e Emerson (Avaí); Ewerthon, Edinho e Pierre (Palmeiras)
Cartões vermelhos: Pará (Avaí); Léo (Palmeiras)
Gols:
AVAI: Caio, aos 24, Robinho, aos 40 minutos do primeiro tempo; Caio, aos 45, Roberto, aos 48 minutos do segundo tempo.
PALMEIRAS: Gabriel Silva, aos 11 minutos do primeiro tempo; Kleber, aos oito minutos do segundo tempo.

AVAÍ: Renan; Patric, Gabriel, Emerson e Pará; Marcinho Guerreiro, Rudnei (Diogo Orlando), Rivaldo e Caio (Emerson Nunes); Robinho (Marcos) e Roberto
Técnico: Antônio Lopes

PALMEIRAS: Deola, Vitor, Edinho, Léo e Gabriel Silva; Pierre (Tinga), Marcos Assunção, Márcio Araújo (Tadeu) e Lincoln (Vinícius); Kléber e Ewerthon
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

globoesporte.com, Portal Terra, Estadao, Folha Online, ESPN.

Na estreia de Felipão, Avaí faz 4 no Palmeiras e confirma boa fase

Portal Terra,

Na estreia de Felipão em seu retorno ao Palmeiras, o clube alviverde foi derrotado por 4 a 2 pelo Avaí, no Estádio da Ressacada, mesmo com um jogador a mais durante quase todo o segundo tempo. De positivo da partida, a equipe leva o fato de ter encerrado o jejum de penalidades desperdiçadas, em cobrança de Kléber. Os outros gols do jogo foram marcados por Caio (duas vezes), Robinho e Roberto para o time mandante e Gabriel Silva para os paulistas.

O resultado leva os catarinenses aos 14 pontos, encostados no G-4, na quinta posição. O Palmeiras estaciona nos 12 pontos e é o décimo-primeiro.

Na próxima rodada, o Avaí enfrenta o Flamengo, fora de casa, às 21h, na quarta-feira. No dia seguinte, também às 21h, o Palmeiras é mandante contra o Botafogo.

O jogo

Adversários na final do Campeonato Brasileiro de 1997, Felipão e Antônio Lopes se cumprimentaram no gramado antes do início do jogo, que era acompanhado de camarote pelo ex-tenista Guga, torcedor mais famoso do Avaí. Apesar dos atrativos, a partida, que colocou frente a frente dois clubes que voltaram com vitória do período de paralisação do Campeonato Brasileiro, não lotou o Estádio da Ressacada.

Com 5min de jogo os dois times ainda não haviam dado chutes a gol, mas o árbitro já tinha distribuído dois cartões. O primeiro foi para Pierre, que puxou Roberto no meio do campo e foi advertido com um amarelo. Em uma cena inusitada, o juiz Leonardo Gaciba não encontrava o cartão nos bolsos e precisou que os jogadores do Avaí o ajudassem a encontrá-lo no chão. Na sequência, Pará acertou um carrinho violento em Kléber e também foi punido.

Mesmo jogando fora de casa, o Palmeiras buscava mais o ataque e foi premiado com um gol logo aos 12min. Marcos Assunção cobrou falta defendida parcialmente por Renan. No rebote, Gabriel Silva apareceu desmarcado na área e completou para as redes.

O Avaí não conseguia se organizar em campo e o time alviverde criou mais oportunidades para ampliar. Aos 15min, Lincoln pegou sobra da zaga e arriscou chute. A bola desviou em Gabriel e foi pela linha de fundo, próxima da trave.

Aos poucos, porém, os mandantes passaram a equilibrar as ações e fizeram por merecer o gol de empate, que veio aos 23min. Caio fez boa jogada individual e abriu espaço para finalizar forte no canto direito do gol de Deola.

Com 37min de jogo, Lincoln foi lançado na frente e tocou para Kléber, livre de macação chutar no gol. Patric, bem colocado, salvou o Avaí embaixo da trave. Três minutos depois, em um momento bastante equilibrado, o time catarinense virou a partida: Caio tocou para Roberto, que deu um belo passe para Robinho, tranquilo, finalizar com categoria.

A primeira etapa teve ainda a expulsão de Pará, que recebeu o segundo amarelo por falta imprudente em Márcio Araújo. Mesmo com um a menos em campo, o técnico Antônio Lopes não promoveu substituições no intervalo. No Palmeiras, Felipão procurou explorar a vantagem numérica e Tadeu entrou no lugar de Márcio Araújo.

Com uma atitude ofensiva em campo, o Palmeiras igualou novamente ao placar logo aos 12min da etapa complementar. Derrubado dentro da área, Kléber cobrou pênalti no meio do gol e encerrou o incômodo jejum de penalidades desperdiçadas pelo clube alviverde.

Aos 18min, o Avaí chegou bem. Patric pegou a sobra e arriscou o chute para defesa parcial de Deola. Na sequência do lance, a zaga palmeirense afastou o perigo. A boa chance empolgou os torcedores locais e a festa com sinalizadores forçou a paralisação do jogo por cerca de quatro minutos.

No recomeço da partida, Felipão trocou Tinga por Pierre. Minutos depois, o treinador alviverde avançou ainda mais o time e substituiu Lincoln pelo jovem Vinícius. Mas a equipe paulista não correspondeu ao desejo do treinador e não chegava com qualidade no ataque. Foi o Avaí que voltou a criar uma boa oportunidade, com chute de Roberto que acertou o travessão de Deola aos 33min.

Já aos 45min, Roberto fez jogada individual, foi derrubado por Leo na área e o árbitro marcou o pênalti, além de expulsar o palmeirense. Deola defendeu a cobrança de Caio, mas o atacante marcou no rebote e colocou os catarinenses novamente em vantagem.

Com número igual de jogadores, o Avaí ainda fez mais um, nos sete minutos de acréscimos acrescentados pelo árbitro. Aos 48min, Roberto foi lançado no ataque, se livrou de Deola e chutou para o gol vazio.

===========================================

PONTOS GANHOS VITÓRIAS EMPATES DERROTAS
Em casa 10 Em casa 3 Em casa 1 Em casa 1
Fora de casa 2 Fora de casa 0 Fora de casa 2 Fora de casa 2
TOTAL 12 TOTAL 3 TOTAL 3 TOTAL 3
GOLS FEITOS GOLS SOFRIDOS
Em casa 7 Em casa 4
Fora de casa 3 Fora de casa 6
TOTAL 10 TOTAL 10
GOLS FEITOS NO 1º TEMPO GOLS FEITOS NO 2º TEMPO
Até os 15 minutos 4 Até os 15 minutos 2
Dos 16 aos 30 minutos 1 Dos 16 aos 30 minutos 2
Dos 31 aos 45 minutos 0 Dos 31 aos 45 minutos 1
Depois dos 45 minutos 0 Depois dos 45 minutos 0
TOTAL 5 TOTAL 5
GOLS SOFRIDOS NO 1º TEMPO GOLS SOFRIDOS NO 2º TEMPO
Até os 15 minutos 0 Até os 15 minutos 2
Dos 16 aos 30 minutos 1 Dos 16 aos 30 minutos 1
Dos 31 aos 45 minutos 2 Dos 31 aos 45 minutos 3
Depois dos 45 minutos 0 Depois dos 45 minutos 1
TOTAL 3 TOTAL 7
COMO FORAM OS GOLS MARCADOS COMO FORAM OS GOLS SOFRIDOS
Com o pé (dentro da área) 6 Com o pé (dentro da área) 7
Com o pé (fora da área) 2 Com o pé (fora da área) 2
Cabeça 1 Cabeça 1
Pênalti 1 Pênalti 0
Falta 0 Falta 0
Olímpico 0 Olímpico 0
Contra 0 Contra 0
Outros 0 Outros 0
Col. Colocação na Tabela PG J V E D GP GC SG
11º Palmeiras 12 9 3 3 3 10 10 0
DESEMPENHO
10ª 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª 18ª 19ª
12º 10º 11º
20ª 21ª 22ª 23ª 24ª 25ª 26ª 27ª 28ª 29ª 30ª 31ª 32ª 33ª 34ª 35ª 36ª 37ª 38ª

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.