Twitter RSS
Close

Palmeiras 0 x 0 Oeste – 03/04/2010

CAMPEONATO PAULISTA 2010 – FUTEBOL – ESPORTES – PALMEIRAS X OESTE – O jogador Gabriel (E) e Fernandinho (D) em lance da partida válida pela décima oitava rodada do Campeonato Paulista 2010 – Estádio Parque Antártica – São paulo – SP – Brasil – 03/04/2010 – Foto: Fernando Pilatos/Gazeta Press

Com um time recheado de reservas – o único titular que saiu jogando foi o zagueiro Danilo – o Palmeiras não passou de um empate na partida que parecia mais polo aquático do que futebol.

Se a intenção do técnico Antônio Carlos era observar os jogadores que não vinham atuando, ele foi atrapalhado pela tempestade que caiu sobre o Estádio Palestra Itália, que impediu que qualquer um dos times desenvolvesse um bom futebol.

O resultado deixou o Verdão com 25 pontos e na décima posição da competição.

Jogo válido pela 18ª rodada do Paulistão 2010.

FICHA TÉCNICA

Estádio: Palestra Itália, São Paulo (SP)
Data/hora: 3/4/2010 – 16h
Árbitro: Márcio Roberto Soares (SP)
Auxiliares: Sérvio Antônio Bucioli (SP) e Luiz Antônio Correa (SP)
Renda/público: 75.382,00 – 3.560 pagantes
Cartões amarelos: Vinícius, Gabriel Silva e Danilo(PAL) Wilton Goiano, Paulo Miranda e Negretti (OES)
Cartões vermelhos: Paulo Miranda 46’/2°T

PALMEIRAS: Deola; Danilo, Maurício Ramos, Gualberto (Edinho – 26’/2°T) Gabriel Silva; Souza, Márcio Araújo (Diego Souza – 29’/2°T), Eduardo, Ivo; Vinícius e Joãozinho (Robert – 40’/2°T). Técnico: Antônio Carlos Zago.

OESTE: Neneca; Adriano, Cris, Paulo Miranda; Wilton Goiano (Adriano Ferreira – 26’/2°T), Dionísio, Alex Willian (Gláucio – 39, Fernandinho, Alê (Negretti – 44’/2°T); Mazinho e Ricardo Bueno. Técnico: João Ricardo.

ESPN, Terra Esportes, Estadao, Folha Online.

Já eliminado e com time misto, Palmeiras só empata com o Oeste

ESPN.com.br com agência GE

Debaixo de muita chuva, o time misto do Palmeiras não saiu de um empate sem gols com o Oeste na tarde deste sábado, no Palestra Itália, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Paulista.

Sem chances de classificação para as semifinais, a equipe comandada por Antônio Carlos chega aos 25 pontos, em posição intermediária na tabela. O Oeste segue próximo do time alviverde, somando 23 pontos e evitando matematicamente o rebaixamento.

O Palmeiras encerra a sua participação no Campeonato Paulista na próxima quarta-feira, diante do Paulista, fora de casa. O Oeste, por sua vez, recebe o rebaixado Rio Branco no mesmo dia.

“O campo ficou pesado e hoje deu tudo errrado. Mas não podemos baixar a cabeça. Hoje tivemos uma grande oportunidade e agora é pensar no próximo jogo”, disse Gabriel Silva após o jogo.

O jogo

Com Maurício Ramos recuperado, mas retornando ao time titular pela primeira vez na temporada, Antônio Carlos escalou uma formação com três homens na zaga: centralizou Danilo e deixou Gualberto mais pela esquerda da defesa – já o zagueiro que fazia o segundo jogo no ano ficou na direita.

Outra novidade ficou nas laterais do campo. Como parte do experimento de poupar os titulares para as oitavas de final da Copa do Brasil e avaliar os mais jovens, o treinador usou dois ambidestros, mas canhotos de origem, nas alas: Gabriel Silva avançava pela direita, enquanto Eduardo subia pela esquerda.

Logo com quatro minutos de jogo, Vinícius foi acionado na frente, invadiu a grande área e chutou firme, para defesa de Neneca. O jovem atacante voltou a incomodar o goleiro do Oeste três minutos mais tarde, quando foi lançado por Ivo, entrou pela esquerda da área e o obrigou a espalmar outro arremate.

Na sequência, foi a vez dos visitantes se lançarem à frente. Alê recebeu quase na pequena área e, com Deola já batido, fez Eduardo salvar na linha.

Sem um esquema consistente, até por não ter tido tempo suficiente para treiná-lo, o Palmeiras encontrava dificuldade também por conta do gramado encharcado. Em outra jogada fora das poças, Gabriel Silva chegou à linha de fundo e cruzou para Joãozinho, que só não marcou porque Cris chegou.

A chuva apertou no começo do segundo tempo, prejudicando ainda mais a grama e a qualidade da partida. A melhor jogada palmeirense saiu aos dez minutos, quando Ivo comandou lance individual na intermediária e tentou, com o pé direito, um cruzamento. A bola foi direto para o gol e quase entrou.

Sem opção de criação no campo escorregadio, Antônio Carlos resolveu mexer na equipe. O treinador tirou Gualberto e Márcio Araújo, para as entradas respectivas de Edinho e Diego Souza. As alterações animaram a torcida e deram novo gás ao time. Mas ficou nisso: novo empate em casa no Paulistão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.