Twitter RSS
Close

Botafogo-SP 1 x 1 Palmeiras – 13/02/2010

Paulistão 2010-Botafogo x Palmeiras. Souza disputa a bola com o jogador do Botafogo-SP. Foto: Fernando Calzzani

Depois de sofrer com uma viagem desgastante até o Nordeste e levar um gol logo no início do segundo tempo, o Palmeiras conseguiu arrancar um empate em Ribeirão Preto.

Em campo, mesmo imprimindo um ritmo mais lento que o normal, os alviverdes dominaram a partida.

No início da etapa final o adversário abriu o marcador. Insistente, o Palestra chegou ao empate com o zagueiro Léo, que depois de 20 dias em tratamento no departamento médico, foi o único a conseguir vencer a melhor defesa do campeonato.

Na próxima rodada, o Palmeiras busca se recuperar na tabela e chegar novamente ao grupo dos quatro melhores do Paulistão contra o São Caetano, quarta-feira, no Palestra Itália.

Jogo válido pela 8ª rodada do Paulistão 2010.

FICHA TÉCNICA:

Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data/hora: 13/2/2010 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Renda/público: não disponíveis
Cartões amarelos: Freire (BOT); Armero e Cleiton Xavier (PAL)
GOLS: William, 4’/2ºT (1-0) e Léo, 28’/2ºT (1-1)

BOTAFOGO-SP: Wéverton; Jonas, Freire, Leandro Amaro e Andrezinho; Augusto Recife, Rodrigo Pontes, Ademir Sopa e João Henrique (Xuxa, 12’/2ºT); William (André Neles, 36’/2ºT) e Malaquias (Ricardinho, 31’/2ºT). Técnico: Roberto Fonseca.

PALMEIRAS: Marcos; Wendel (Eduardo, 34’/2ºT), Danilo, Léo e Armero; Edinho, Pierre (Souza, 25’/2ºT), Márcio Araújo (Lenny, 7’/2ºT) e Cleiton Xavier; Diego Souza e Robert. Técnico: Muricy Ramalho.

Globo Esporte, Terra Esportes, Estadao, Folha Online.

Palmeiras sua para empatar e vê Botafogo-SP assumir ponta do Paulista

Time alviverde sai atrás, mas consegue o 1 a 1 com um gol de Léo. Equipe de Ribeirão Preto torce contra o Santos para fechar rodada em primeiro

GLOBOESPORTE.COM Ribeirão Preto

Depois de sofrer com uma viagem desgastante até o Nordeste e levar um gol logo no início do segundo tempo, o Palmeiras conseguiu arrancar um empate com o Botafogo-SP, na noite deste sábado, em Ribeirão Preto. O 1 a 1 no estádio Santa Cruz aconteceu graças ao zagueiro Léo, que depois de 20 dias em tratamento no departamento médico alviverde, foi o único a conseguir vencer a melhor defesa do Campeonato Paulista – William marcou antes para o time interiorano.

O resultado, aliado aos placares dos rivais na tabela, fez com que o Palmeiras ficasse na sétima posição, com 13 pontos. Já o Botafogo-SP, apesar de ter a sequência de quatro vitórias quebrada, até pôde comemorar, mesmo sem vencer a partida. O time de Ribeirão Preto dorme momentaneamente na liderança do Estadual e, neste domingo, torce por um tropeço do Santos, que enfrenta o Rio Claro, no Pacaembu.

Na próxima rodada, o Palmeiras busca se recuperar na tabela e chegar novamente ao grupo dos quatro melhores do Paulistão contra o São Caetano, quarta-feira, no Palestra Itália. Já o Botafogo-SP visita o Mirassol, na quinta.

 

Melhor defesa e trave barram Palmeiras 

Apesar do cansaço pela longa viagem até Teresina, onde venceu o Flamengo-PI pela Copa do Brasil, o técnico Muricy Ramalho não poupou ninguém, como havia mencionado na capital piauiense. Assim, Pierre e Márcio Araújo, jogadores que segundo o treinador estão a ponto de “estourar” fisicamente, foram para campo normalmente. E mesmo imprimindo um ritmo mais lento que o normal, os alviverdes dominaram a partida e chegaram com perigo ao gol do Botafogo-SP, aos 18 minutos.

Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Cleiton Xavier, que cortou o defensor e bateu com o pé esquerdo. Goleiro da melhor defesa da competição, com somente três gols sofridos, Weverton espalmou para o meio da área e, por pouco, não foi vencido por Danilo – o zagueiro chutou por cima do travessão.

Na outra chance que teve, dez minutos depois, Wendel cruzou, e Pierre, de primeira, colocou a bola à direita do gol do time interiorano. O Botafogo-SP deu a resposta aos 31 minutos. Malaquias chutou de fora da área e obringou Marcos a se esticar todo para fazer a defesa.

Apesar de ter mais posse de bola, o Palmeiras demorou para encaixar um novo lance de perigo. Mas o susto do torcedor do Botafogo-SP foi grande, aos 42. Cleiton Xavier bateu falta, e Léo acertou o travessão no cabeceio.
Botafogo-SP sai na frente, mas Verdão empata

Depois de sofrer com as investidas do visitante durante o primeiro tempo, os donos da casa resolveram tomar conta do jogo. William foi o responsável por colocar ordem no estádio Santa Cruz. Primeiro, o atacante disputou a posse de bola com Armero. O colombiano conseguiu afastar o perigo inicial, mas não evitou que Malaquias ficasse com a sobra e cruzasse novamente para William, que só completou para o gol de Marcos. O placar de 1 a 0, logo aos quatro minutos, acendeu a torcida local.

Para incomodar o rival, Muricy sacou o volante Márcio Araújo e colocou Lenny. A resposta alviverde veio com Robert. Aos dez, ele recebeu cruzamento de Cleiton Xavier, mas cabeceou nas mãos de Weverton.

A necessidade de empatar a partida fazia com que o Palmeiras buscasse forças para correr e marcar. Alheio ao desgaste alviverde, o Botafogo-SP tentava atrapalhar as investidas do visitante e levar perigo ao goleiro Marcos. Em uma das oportunidades, Rodrigo Pontes chutou de fora da área e um desvio na zaga quase enganou o camisa 12 do time paulistano.

Mas a insistência deu resultado, aos 28 minutos. Léo, que havia passado mais de 20 dias em tratamento no departamento médico por causa de dores na coxa direita, derrubou a melhor defesa do Paulistão. Depois de cruzamento de Cleiton Xavier, o zagueiro subiu mais alto que a defesa adversária e deixou tudo igual: 1 a 1.

O Palmeiras ainda colocou uma bola na trave de Weverton com Diego Souza, em cobrança de falta, aos 35. Robert e Lenny não conseguiram aproveitar o rebote. O empate ficou de bom tamanho para os dois times.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.