Twitter RSS
Close

Palmeiras 3 x 0 Noroeste – 11/12/1963

Foto: www.palmeiras.com.br

O Paulista de 1963 foi o primeiro troféu de uma geração que ficaria conhecida como a Academia de Futebol. O esquadrão alviverde foi o único capaz de impedir o decacampeonato estadual do Santos entre 1960 a 1969 – além do título de 1963, o time ainda faturou outro Paulista (1966), um Torneio Rio-São Paulo (1965) e três Brasileiros (1960 e dois em 1967). A conquista foi sacramentada na penúltima rodada, com uma vitória sobre o Noroeste por 3 a 0.

Campanha: Jogos: 30 (22 vitórias, 6 empates e 2 derrotas, 67GP, 28GC)

FICHA TÉCNICA

Estádio: Pacaembu. São Paulo
Público: 37.023
Gols: Servílio (14’ do 2ºT-PAL), Julinho Botelho (17’ do 2ºT-PAL) e Servílio (43’ do 2°T-PAL).

Palmeiras: Picasso; Djalma Santos, Djalma Dias e Vicente; Zequinha e Valdemar Carabina; Julinho Botelho, Servílio, Vavá, Ademir de Guia e Gildo. Técnico: Sílvio Pirilo.

Noroeste: Evaristo; Aracito, Virgílio e Gualberto; Romualdo e Gildésio; Daniel, Araras, Zé Carlos, Lourival e Aílton. Técnico: Balbino Simões.