Twitter RSS
Close

Palmeiras 3 x 1 São Paulo – 20/09/1942

Foto: www.palmeiras.com.br

Em meio à Segunda Guerra Mundial e às fortes pressões políticas exercidas tanto pela opinião pública quanto pelo presidente Getúlio Vargas, os atletas palestrinos foram obrigados a se superar para erguer o nono troféu estadual. Em menos de um ano, o Palestra Italia foi obrigado a mudar de nome e quase perdeu o estádio. Contudo, logo em seu primeiro jogo como Palmeiras, o time bateu justamente o São Paulo, agremiação que mais incentivou a perseguição aos italianos, por 3 a 1, e ergueu a taça com uma rodada de antecedência.

Campanha: Jogos: 20 (17 vitórias, 2 empates e 1 derrota, 56GP, 19GC)

FICHA TÉCNICA

Gols: Cláudio (19’ do 1º-PAL), Waldemar de Brito (23’ do 1ºT-SPA), Del Nero (43’ do 1ºT-PAL) e Echevarrieta (14’ do 2ºT-PAL)

Palmeiras: Oberdan; Junqueira e Begliomini; Zezé Procópio, Og Moreira e Del Nero; Cláudio, Waldemar Fiúme, Villadoniga, Lima e Echevarrieta. Técnico: Del Debbio.

São Paulo: Doutor; Piolin e Virgílio; Lola, Noronha e Silva; Luizinho Mesquita, Waldemar de Brito, Leônidas da Silva, Remo e Pardal. Técnico: Conrado Ross.