Twitter RSS
Close

Palestra Italia 8 x 0 Santos – 11/12/1932

Romeu Pellicciari (2), Lara, Gino Imparato (2), Sandro, Avelino e Gogliardo

Classificação – Final
Time PG J V E D GP GC SG
1 Palestra Itália 22 11 11 0 0 49 8 41
2 São Paulo FC 17 11 8 1 2 36 13 23
3 Juventus 16 11 8 0 3 31 18 13
4 SC Germânia 11 11 4 3 4 25 32 -7
5 Corinthians 10 11 5 0 6 29 28 1
6 Santos FC 10 11 5 0 6 26 31 -5
7 CA Ypiranga 10 11 4 2 5 27 22 5
8 Portuguesa 10 11 4 2 5 23 26 -3
9 São Bento 9 11 3 3 5 22 27 -5
10 EC Sírio 8 11 4 0 7 19 28 -9
11 Atlético Santista 8 11 3 2 6 22 39 -17
12 SC Internacional 1 11 0 1 10 13 50 -37

Portuguesa 0 x 3 Palestra Italia – 20/11/1932

Foto: www.palmeiras.com.br

Apesar de vencer os Paulistas de 1920, 1926 e 1927, a consolidação futebolística do Palestra aconteceu nos anos 1930. E a primeira taça daquela década veio em 1932, com direito a 100% de aproveitamento e maior goleada em clássicos contra o Santos (8 a 0). O título foi confirmado na antepenúltima rodada, com o triunfo por 3 a 0 sobre a Portuguesa.

Campanha: Jogos: 11 (11 vitórias, 48GP, 8GC)

FICHA TÉCNICA

Juiz: Antônio Sotero de Mendonça (SP)
Gols: Avelino (24’ do 1ºT-PAL), Romeu Pellicciari (34’ do 1ºT-PAL) e Romeu Pellicciari (11’ do 2ºT-PAL).

Palestra Italia: Nascimento; Loschiavo e Junqueira; Tunga, Goliardo e Adolfo; Avelino, Sandro, Romeu Pellicciari, Lara e Gino Imparato.

Portuguesa: Valdemar; Raposo e Machado; Pixo, Barros e Xaxá; Teixeira, Dimas, Russinho, Pasqualino e Luna.