Twitter RSS
Close

Corinthians 0 x 2 Palmeiras – 16/05/2021

O jogador Victor Luis, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do SC Corinthians P, durante partida válida pela semi final, do Campeonato Paulista, Série A1, na Neo Química Arena. (Foto: Cesar Greco)

Dois dias após eliminar o Red Bull Brangantino, o Palestra voltou a campo para o Derby eliminatório da semifinal do estadual.

Com o elenco titular em campo, o Verdão dominou a partida com muita autoridade e superioridade e eliminou o rival num jogo que o placar poderia ter sido mais elástico.

Victor Luís abriu o marcador aos 11 da etapa inicial e Luiz Adriano ampliou aos 31 da etapa complementar.

O adversário do Palmeiras na final do Campeonato será o São Paulo, que eliminou o Mirassol. As datas dos jogos ainda serão definidas pela FPF.

Jogo único válido pela semifinal do Paulistão 2021.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Público de Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 16/05/2021, domingo
Horário: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Neuza Inês Back e Daniel Paulo Ziolli
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Ramiro, Gabriel, Otero, Rau e Luan (COR), e Luan (PAL)
Cartões vermelhos: João Victor (COR), e Zé Rafael (PAL)
Gols: Victor Luis, aos 11 minutos do primeiro tempo, e Luiz Adriano, aos 31 minutos do segundo

Corinthians: Cássio; João Victor, Jemerson (Gil) e Raul Gustavo; Luis Mandaca (Gustavo Mosquito), Gabriel, Ramiro (Léo Natel), Otero (Jô), Luan e Lucas Piton; Cauê (Mateus Vital)
Técnico: Vagner Mancini

Palmeiras: Weverton, Luan, Gustavo Gómez e Renan; Mayke, Felipe Melo (Danilo), Patrick de Paula, Raphael Veiga (Zé Rafael) e Victor Luís (Viña); Rony e Luiz Adriano (Danilo Barbosa)
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
16/05/2021, 17h58 – Atualizado às 21h50

Jogando em Itaquera, Palmeiras se impõe, faz 2 a 0 com Victor Luis e Luiz Adriano e disputará o título do estadual contra o São Paulo, que eliminou o Mirassol.

Primeiro tempo

Com praticamente força máxima, o Palmeiras iniciou o jogo melhor que o Corinthians, embora a primeira finalização tenha sido do rival: aos 11 minutos Mandaca cruzou para Luan bater para fora. A resposta do Verdão veio prontamente. Ainda dentro do minuto 11 Raphael Veiga arrancou pelo lado direito do ataque e cruzou para Rony, o atacante finalizou, Cássio deu rebote e Victor Luis conferiu: 1 a 0.

Aos 17 minutos Patrick de Paula tocou para Luiz Adriano chutar colocado, de canhota, para fora. Aos 21, Luan lançou Rony, o atacante disparou e quando se preparava para finalizar foi travado por Jemerson. Aos 23 minutos o Corinthians chegou novamente: após rebote de escanteio Gabriel experimentou de primeira, à esquerda de Weverton.

Explorando o que tem de melhor, os contra-ataques, o Verdão só não fez o segundo aos 24 minutos porque o chute de Victor Luis após bela assistência de Luiz Adriano explodiu na trave. Depois de um breve período sem emoção, logo o clássico voltou a esquentar: aos 37 minutos Felipe Melo cometeu falta desnecessária perto da área e Otero cobrou com efeito; Weverton mandou para escanteio.

Nos minutos finais do primeiro tempo o Palmeiras voltou a subir a marcação e criou mais oportunidades para ampliar a vantagem. Aos 41, Mayke cruzou e Raphael Veiga chutou por cima. Aos 47, Veiga roubou a bola no meio-campo e enfiou para Rony, que chutou na saída de Cássio, mas Gil acompanhou a jogada e desviou o chute. No último lance, aos 48, o gol saiu com Luiz Adriano, mas ele estava ligeiramente impedido após rebote de outro chute na trave, desta vez de Raphael Veiga.

Segundo tempo

A etapa final começou como terminou a primeira, com o Palmeiras perdendo gol. Logo aos 45 segundos Luiz Adriano enfiou para Rony e o atacante chutou cruzado, rente à trave esquerda do goleiro. Aos 5 minutos Raphael Veiga cobrou falta, a bola desviou na barreira e saiu em escanteio. Após cobrança em jogada ensaiada, Victor Luis cruzou sob medida para Raphael Veiga perder outra grande chance.

Sobrevivendo graças aos gols perdidos pelo Verdão, o Corinthians quase empatou aos 7 minutos: Mosquito ganhou de Gómez e cruzou forte; Weverton tirou com o pé. Aos 10, após cobrança de escanteio, Gil escorou por cima do travessão. Aos 13 minutos Raphael Veiga arriscou da entrada da área, fraco, nas mãos de Cássio.

Cansado, Victor Luis foi substituído por Viña aos 22 minutos. Pouco depois, aos 29, foi a vez de Raphael Veiga sair do jogo; Zé Rafael entrou em seu lugar. E o camisa 8 precisou de 2 minutos em campo para aparecer decisivamente: aos 31 ele deu belo passe para Luiz Adriano, o camisa 10 tocou para Rony e recebeu de volta do companheiro; livre na área, Luiz escolheu o canto e tocou no contrapé de Cássio: 2 a 0.

Depois do segundo gol, Abel Ferreira mexeu mais duas vezes: aos 34 minutos Danilo Barbosa substituiu Luiz Adriano, e Danilo entrou na vaga de Felipe Melo. Se Zé Rafael decidiu pouco depois de entrar, Danilo quase complicou o jogo aos 40 ao cometer um pênalti bobo em Mosquito. Luan cobrou no travessão e na sequência a bola bateu na cabeça de Weverton, saindo da pequena área.

O pênalti perdido foi um balde da água fria para o Corinthians, que viu a chance de uma improvável reação acabar. Nos minutos finais, contando os 5 de acréscimo, o Verdão administrou o resultado. Antes do apito final ainda deu tempo de acontecer uma confusão generalizada que resultou em duas expulsões, uma para cada lado: Zé Rafael e João Victor.

O adversário do Palmeiras na final do Campeonato será o São Paulo, que eliminou o Mirassol. As datas dos jogos ainda serão definidas pela FPF.

O Verdão volta a campo às 19h15 de terça-feira (18/5) para enfrentar o Defensa y Justicia, no Allianz Parque, pela 5ª rodada da fase de grupos da Libertadores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.