Twitter RSS
Close

Palmeiras 3 x 0 São Paulo – 30/10/2019

O jogador Felipe Melo, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do São Paulo FC, durante partida válida pela vigésima nona rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. Crédito: César Greco

Um Choque-Rei que valia muito além do clássico em si. O Verdão tentando manter a perseguição ao líder Flamengo e, por outro lado, dar uma segurada na equipe tricolor que ocupa a 4ª colocação na tabela.

Com uma atuação inspirada, muita movimentação e criatividade, o Palestra foi soberano e dominou os visitantes do início ao fim do jogo.

A virada para a etapa final só não foi maior por preciosidade do destino numa finalização de Dudu na trave.

Um contra-ataque mortal na etapa complementar selou o placar e garantiu os 3 importantíssimos pontos.

Com o a vitória, além de ampliar a freguesia do São Paulo na arena, o Palmeiras chega a 60 pontos no Brasileirão, abre 8 de vantagem para o terceiro colocado e fica a 7 do líder, mas ambos ainda jogam na rodada.

Jogo válido pela 29ª rodada do Brasileirão 2019.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo-SP
Data: 30/10/2019, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP-Fifa)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP-Fifa) e Neuza Inês Back (SP-Fifa)
Público: 29.481 pagantes
Renda: R$ 1.731.916,80
Cartões amarelos: –
Gols: Bruno Henrique, aos 11, e Felipe Melo, aos 41 minutos do primeiro tempo; Gustavo Scarpa, aos 11 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Jean), Vitor Hugo, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Zé Rafael (Willian) e Deyverson
Técnico: Mano Menezes

São Paulo: Tiago Volpi; Daniel Alves; Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Igor Vinícius); Antony, Igor Gomes, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Hernanes); Pato (Raniel)
Técnico: Fernando Diniz

PTD, ESPN, Lancenet!, Globo Esporte, Terra Esportes, Estadao,

Palmeiras arrasa São Paulo mais uma vez no Allianz Parque e segue na caça ao Flamengo no Brasileiro

ESPN.com.br
Em roteiro que vem se repetindo nos últimos anos, o Palmeiras arrasou o rival São Paulo por 3 a 0, nesta quarta-feira, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time alviverde dominou o rival na maior parte do jogo e construiu sua vitória com gols de Bruno Henrique e Felipe Melo, no primeiro tempo, e Gustavo Scarpa, no segundo.

Foi a 8ª vitória alviverde em 9 jogos contra o Tricolor na arena palestrina – o saldo de gols é impressionante: +20, com 24 gols pró e só 4 gols contra.

Nos minutos finais do confronto, a torcida alviverde ainda tirou onda, gritando “olé” a cada toque da equipe na bola.

Agora, o Verdão tem que secar o Flamengo, que visita o Goiás nesta quinta-feira, para tentar diminuir a diferença de pontos, que no momento é de 7.

Já o São Paulo estaciona na pontuação, mas ainda está no G-4. O Internacional pode se aproximar se vencer o Athletico, também na quinta-feira.

ESTATÍSTICAS

8º gol de Bruno Henrique no Campeonato Brasileiro – ele é o artilheiro do Palmeiras na competição

6º gol de Felipe Melo na temporada pelo Palmeiras – é seu ano mais goleador pela equipe desde que chegou, em 2017

13 finalizações teve o Palmeiras no 1º tempo, quando dominou o São Paulo

13º gol de Gustavo Scarpa no ano – ele é o artilheiro do Palmeiras na temporada

 vez que o São Paulo leva 3 gols em uma partida do Campeonato Brasileiro 2019

 vitória em 9 jogos do Palmeiras sobre o São Paulo no Allianz Parque

24 gols fez o Palmeiras em 9 jogos contra o São Paulo no Allianz Parque – o Tricolor só conseguiu fazer 4

29.481 pagantes acompanharam a partida – a renda foi de R$ 1.731.916,80

Palmeiras começa sufocante!

Como já fez em anos anteriores, o Palmeiras começou a partida de forma sufocante contra o rival.

Empurrando o São Paulo desde o primeiro minuto, o Alviverde não demorou para fazer seu gol.

Aos 11 minutos, Dudu ganhou de Arboleda e a bola sobrou para Deyverson, que bateu, Volpi fez a defesa, mas, no rebote, Bruno Henrique mandou de cabeça para o fundo das redes.

Explosão da torcida palestrina no Allianz Parque!

O gol animou ainda mais a equipe de Mano Menezes, que passou a desperdiçar chance atrás de chance.

Aos 16 minutos, por exemplo, Dudu soltou uma bomba de fora da área e mandou na lateral da rede, quase fazendo o 2º.

Pouco depois, Deyverson recebeu enfiada, tirou de Arboleda, dividiu com Volpi e caiu pedindo pênalti, mas o árbitro não marcou.

Em seguida, aos 22, Zé Rafael recebeu pela esquerda da área, puxou para o meio e encheu o pé, mas carimbou a zaga.


São Paulo equilibra, mas…

Depois disso, o São Paulo finalmente entrou no jogo, passando a tocar a bola com mais calma.

A equipe de Fernando Diniz equilibrou a partida, passando a rondar a área do Palmeiras e impedindo que o rival ficasse com a posse.

Aos 28, o Tricolor teve sua melhor chance no primeiro tempo: Vitor Bueno recebeu após boa tabela e soltou um petardo de fora da área, que passou tirando tinta da trave de Weverton.

Só que o lance acordou o Verdão, que voltou ao campo de ataque e ampliou o placar.

Aos 39, Bruno Henrique bateu boa cobrança de falta e viu seu chute passar triscando o poste.

No lance seguinte, Dudu finalizou com força de fora da área, obrigando Volpi e fazer uma grande defesa e mandar para escanteio.

Só que a bela intervenção do goleiro de nada adiantou: na cobrança do córner, Felipe Melo subiu muito bem e cabeceou firme para o fundo do gol.

E o Palmeiras só não foi para o intervalo com 3 a 0 no placar porque, aos 45, Dudu invadiu a área, tirou Arboleda e bateu na trave.

No rebote, ele não conseguiu mandar para as redes, desperdiçando grande oportunidade.


São Paulo volta bem, mas Palmeiras mata o jogo

Na volta do intervalo, o São Paulo retornou melhor.

Logo no 1º lance de ataque, Vitor Bueno mandou um míssil de fora da área e Weverton agarrou firme.

Pouco depois, Alexandre Pato recebeu pelo lado esquerdo da área e finalizou bem, mas Weverton espalmou bonito.

Só que, quando o Tricolor vivia seu melhor momento em campo, o Palmeiras matou o jogo.

Em rápido contra-ataque puxado por Zé Rafael, aos 13, o meia lançou Gustavo Scarpa nas costas da zaga e o camisa 14 não desperdiçou: bateu na saída de Volpi e fez 3 a 0.

Daí em diante, o São Paulo não encontrou mais forças para reagir.

Mano Menezes, por sua vez, fez suas três trocas na equipe, e viu seu time controlar a partida até o apito final.

Willian ainda teve oportunidade para fazer 4 a 0 aos 37 minutos, mas seu tiro colocado passou raspando a trave e saiu.

A última chance da partida foi de Raniel, aos 45, cabeceando no poste de Weverton. Não era mesmo a noite do São Paulo…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.