Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Botafogo – 12/10/2019

O jogador Thiago Santos, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Botafogo FR, durante partida válida pela vigésima quinta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio do Pacaembu. Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Com a missão de manter o sonho vivo, o Verdão foi a campo na noite de sábado contra o Botafogo tentando manter a diferença para o líder em, no máximo, oito pontos.

O golaço de Thiago Santos poderia não ter sido o único do jogo, já que Diego Cavalieri foi o grande nome do time carioca, fazendo várias defesas cara a cara com nossos atacantes.

A partida foi disputada sob uma atmosfera morna no Municipal. Apenas 19 mil pagantes compareceram ao estádio, desanimados com a falta de perspectivas de conquistas. Relaxados, os jogadores tiveram mais tranquilidade para construir as jogadas – principalmente após os 14 minutos, que foi quando saiu o gol.

A vitória no estádio municipal encerra uma série de 3 rodadas sem resultado positivo do Verdão no Brasileiro; o time vai a 50 pontos e reassume de maneira provisória a vice-liderança.

Jogo válido pela 25ª rodada do Brasileirão 2019.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo-SP
Data: 12/10/2019, sábado
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)
Assistentes: Rafael Alves (RS) e Elio Junior (RS)
Público: 19.028 pagantes (21.010 presentes)
Renda: R$ 579.605,00
Cartões amarelos: Luan e Thiago Santos (PAL); Fernando e Joel Carli (BOT)
Gol: Thiago Santos, aos 14 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Fernando Prass; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Matheus Fernandes), Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Zé Rafael (Lucas Lima) e Deyverson (Henrique Dourado)
Técnico: Mano Menezes

Botafogo: Diego Cavalieri, Fernando, Joel Carli, Gabriel e Gilson (Igor Cássio); Alan Santos (Marcos Vinícius), Gustavo Bochecha, João Paulo (Yuri), Leonardo Valencia; Luiz Fernando e Vinícius Tanque
Técnico: Bruno Lazaroni (interino)

PTD, Lancenet!, Globo Esporte, Terra Esportes, Estadao,

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 12/10/2019 – 22:58h.
Com gol de Thiago Santos, Verdão vence o Botafogo e reage no Brasileirão

Volante fez o único gol do jogo no Pacaembu; Palmeiras vai a 50 pontos e reassume (provisoriamente) a vice-liderança.

Com 4 mudanças no time titular – Fernando Prass, Thiago Santos, Zé Rafael e Deyverson, o Palmeiras iniciou o jogo encontrando dificuldade para se articular ofensivamente, melhor para o Botafogo, que foi dono da primeira finalização: aos 5 minutos Leonardo Valencia cobrou falta de média distância, para fora.

A resposta do Verdão não demorou muito, mas foi sem perigo: aos 8 minutos Bruno Henrique soltou a bomba, por cima do travessão. Aos 12 foi a vez de Scarpa arriscar de fora da área, mas também errou o alvo. Dois minutos depois uma jogada improvável: o Botafogo marcou todo ataque alviverde, deixando Thiago Santos livre; o volante foi carregando a bola, tabelou com Scarpa, invadiu a área e tocou na saída de Diego Cacalieri: 1 a 0.

O gol fez o Palmeiras assumir o controle da partida. Aos 17 minutos Marcos Rocha cruzou, a defesa adversária ficou olhando e Deyverson escorou de cabeça no susto, para fora. Aos 19 Alan Santos errou um passe no campo defensivo, Deyverson recebeu o presente e serviu Dudu, que bateu fraco, fácil para o goleiro.

Aos 28 minutos Gustavo Scarpa sofreu uma falta na entrada da área que ele mesmo cobrou com perigo, por cima do travessão. Com o Botafogo inofensivo, o Verdão se acomodou e só voltou a incomodar a meta adversária aos 37 em outra tentativa com Scarpa; o chute colocado do camisa 14 passou relativamente perto do ângulo direito de Cavalieri. No primeiro tempo foi só.

Na etapa final, para não dar chance ao azar, o Palmeiras voltou procurando o segundo gol. Aos 3 minutos Dudu tocou para Marcos Rocha, o lateral fintou dois marcadores e já de dentro da área bateu de canhota nas mãos do goleiro. Aos 6 a resposta do Botafogo: após confusão na área a bola sobrou para Yuri, que bateu por cima.

Mesmo mantendo a posse de bola no campo de ataque, o Verdão não conseguia finalizar. A equipe carioca, por sua vez, nas raras oportunidades criadas não tinha medo de arriscar. Aos 14 minutos Fernando experimentou de longe, sem direção.

O mesmo Fernando, dois minutos mais tarde, escorregou na frente de Dudu, o camisa 7 invadiu a área e tentou o passe para Deyverson, mas Carli cortou. Aos 18 enfim uma finalização: Diogo Barbosa deu bom passe para Bruno Henrique, que driblou seu marcador e bateu forte, exigindo de Diego Cavalieri boa defesa. Aos 21 Dudu cobrou escanteio e Vitor Hugo escorou por cima.

Aos 24 minutos Mano Menezes promoveu a primeira alteração: Deyverson foi substituído por Henrique Dourado, que enfim reestreou pelo clube. Aos 25 Bruno Henrique chutou cruzado, por baixo, sem perigo para o goleiro adversário. Sumido, Zé Rafael deixou o jogo aos 30 minutos. Lucas Lima entrou em seu lugar.

Em sua primeira participação, aos 32 minutos, Lucas Lima enfiou para Scarpa, que encheu o pé e só não correu para o abraço porque Cavalieri fez outra boa defesa. Aos 36 Dudu cruzou na cabeça de Henrique Dourado; o centroavante dividiu com o zagueiro e cabeceou rente à trave direita do goleiro.

Cansado, Thiago Santos foi a terceira e última troca de Mano; aos 37 minutos Matheus Fernandes substituiu o camisa 5, que teve o nome gritado pelos 21 mil Palmeirenses presentes ao Pacaembu. Aos 40 um susto: Marcos Vinícius lançou Luiz Fernando, que em posição duvidosa invadiu a área e só não ficou com a bola porque Fernando Prass foi mais rápido.

Aos 41 minutos, após rebatida da defesa, Matheus Fernandes pegou de primeira mas foi outro a parar em Cavalieri. De tanto insistir, o Verdão chegou aos segundo gol aos 43 minutos com Bruno Henrique, após passe de Dudu, mas o camisa 7 estava impedido na origem da jogada e o tento foi corretamente anulado pelo VAR.

Antes do jogo acabar deu tempo para o Palmeiras perder outro gol: Gabriel escorregou na frente de Dourado, que poderia ter tocado para Dudu, mas o atacante foi fominha e chutou cruzado; Cavalieri espalmou. Pouco depois o árbitro encerrou a partida.

A vitória no estádio municipal encerra uma série de 3 rodadas sem resultado positivo do Verdão no Brasileiro; o time vai a 50 pontos e reassume de maneira provisória a vice-liderança.

O Palmeiras volta a campo às 21h de quarta-feira (16/10) para enfrentar a Chapecoense, em novo jogo como mandante, mas desta vez no Allianz Parque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.