Twitter RSS
Close

Paraná 1 x 1 Palmeiras – 18/11/2018

45220973924_b5c85e3bd1_o
Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Um banho de água fria (literalmente, considerando o temporal que caiu no primeiro tempo e se prolongou por todo o jogo) na expectativa de abrir uma vantagem maior e ter mais chances de comemorar o título já na próxima rodada.

Jogando em Londrina com toda a torcida a favor, o torcedor Palestrino viu os garotos do Paraná abrirem o marcador numa vacilada da defesa Palmeirense. O Verdão tinha posse de bola, mas não conseguia transformar as chances em gol.

Na volta para a segunda etapa veio o empate num pênalti bem assinalado. De vez em quando o time da Paranaense avançava com uns contra-ataques perigosos que deixavam a grande massa verde tensa.

Fim da partida e o ponto conquistado mantém a diferença de 5 para o vice (agora Flamengo, já que o Inter perdeu no Rio para o Botafogo).

Jogo válido pela 35ª rodada do Brasileirão 2018.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio do Café, Londrina (PR)
Data: 18/11/2018, domingo
Horário: 17h00 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Público: 25.076 pagantes
Renda: R$ 1.953,570,00
Cartões amarelos: Johnny, Igor, René e Keslley (PAR); Borja e Gustavo Scarpa (PAL)
Gols: Paraná: Kesley, aos 34 minutos do primeiro tempo;
Palmeiras: Gustavo Scarpa, aos 8 minutos do segundo tempo

Paraná: Thiago Rodrigues; Wesley Dias, Jesiel, René e Igor; Leandro Vilela e Johnny; Alesson (Jean Lucas), Keslley e Juninho (Torito González); Rafael Grampola (Felipe Augusto)
Técnico: Dado Cavalcanti

Palmeiras: Weverton; Mayke, Edu Dracena e Antônio Carlos e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima (Willian); Gustavo Scarpa (Bruno Henrique), Dudu e Deyverson (Borja)
Técnico: Felipão

PTDLancenet!Globo EsporteTerra EsportesEstadaoFolha Online, jogo completo.

PARANÁ X PALMEIRAS: RETROSPECTO GERAL

Ao todo, os caminhos das duas equipes já se cruzaram em 25 oportunidades. O Maior Campeão do Brasil leva ampla vantagem, com 17 vitórias contra cinco triunfos da equipe do estado vizinho – os outros três duelos terminaram empatados. O Verdão vazou o Paraná em 55 oportunidades e sofreu 30 gols.

PRÉ-JOGO: PARANÁ X PALMEIRAS
Com quatro rodadas restantes para o término do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Paraná no Estádio do Café, em Londrina-PR, pela primeira vez na história. O Alviverde, inclusive, tem 100% de aproveitamento nos nove jogos que disputou no local, e o time paranaense será o oitavo a jogar contra o Verdão neste campo (os outros foram Londrina, São Paulo, Fluminense, Figueirense, Guaratinguetá, ASA e América-MG).

RELEMBRE: PALMEIRAS X PARANÁ NO PRIMEIRO TURNO
O encontro Palmeiras e Paraná no primeiro turno, no Allianz Parque, foi o primeiro jogo após o anúncio do retorno do técnico Luiz Felipe Scolari para sua terceira passagem no comando técnico do Verdão. Contra o time paranaense, o treinador foi Wesley Carvalho, comandante da equipe Sub-20 e atual campeão brasileiro da categoria. Em campo, vitória por 3 a 0 para o Alviverde – gols de Bruno Henrique (2) e Lucas Lima.

100% DE APROVEITAMENTO NO ESTÁDIO DO CAFÉ
O Estádio do Café, palco do encontro entre Paraná e Palmeiras neste domingo (18), traz boas recordações ao clube. Nele, a equipe palestrina detém 100% de aproveitamento desde seu primeiro jogo disputado no campo, na vitória por 1 a 0 sobre o Londrina, em amistoso disputado em 4 de dezembro de 1976.

PALMEIRAS JÁ FOI CAMPEÃO NO ESTÁDIO DO CAFÉ
Além disso, o Palmeiras já se sagrou campeão no Estádio do Café: conquistou o Torneio Cinquentenário de Londrina (Torneio do Café), competição quadrangular realizada em 1984, e os adversários foram São Paulo (vitória por 2 a 0) e Londrina (triunfo por 1 a 0); os gols palestrinos foram marcados por Jorginho Putinatti e Luís Pereira, na primeira partida, e por Baltazar, na segunda. Ao todo, o Alviverde realizou nove partidas no local, marcou 18 gols e sofreu apenas um.

Palmeiras só empata com o Paraná em Londrina mas vê distância para o vice-líder permanecer igual

Time de Felipão joga mal e fica no 1 a 1 com o lanterna; Inter perdeu para o Botafogo e Flamengo assumiu a segunda colocação.

Conforme o esperado, o Verdão iniciou o jogo tomando a iniciativa. Aos 3 minutos Dudu arriscou de canhota e errou o alvo. Aos 5 Scarpa – uma das novidades na formação titular, cobrou escanteio e após a bola sobrar na área, Moisés escorou fraco de cabeça, nas mãos do goleiro. No contra-ataque o Paraná arriscou com Rafael Grampola, mas o atacante não teve sucesso na conclusão.

A partir dos 10 minutos começou a cair uma tempestade em Londrina, que veio junto de um vento muito forte, passando a dificultar a vida das duas equipes. Aos 15 Dudu testou o goleiro Thiago, que segurou sem dificuldade. Aos 19 minutos Diogo Barbosa foi à linha de fundo e cruzou para Scarpa bater forte e parar em boa defesa do goleiro.

Aos 22 minutos Scarpa arriscou um chute colocado de fora da área, nas mãos de Thiago. Aos 34 o improvável aconteceu: Juninho girou pra cima de Antônio Carlos, ganhou na velocidade e cruzou para Kesley concluir; Weverton espalmou para dentro do próprio gol: 0 a 1.

Perdendo o jogo, o time de Felipão seguia tendo a forte chuva e o vento como obstáculos, melhor para o Paraná, que soube se adaptar melhor ao cenário do jogo. aos 41 minutos Wesley soltou a bomba de longe e Weverton mandou para escanteio, que não resultou em nada.

Antes do atípico primeiro tempo terminar, o Verdão criou uma boa chance para empatar. Aos 45 minutos Scarpa cobrou falta, Moisés desviou no meio do caminho e viu a bola sair rente à trave esquerda do goleiro.

O Palmeiras voltou para a etapa final com Willian no lugar de Lucas Lima, mas quem criou a primeira chance clara de gol foi o Paraná. Aos 2 minutos Kelsey avançou em velocidade pela direita, fintou Edu Dracena e quando se preparava para finalizar foi bloqueado por Antônio Carlos.

A resposta alviverde veio aos 6 minutos: já dentro da área, Willian finalizou e um zagueiro espalmou. Pênalti bem assinalado pelo árbitro e convertido por Gustavo Scarpa: 1 a 1. O gol de empate fez a torcida incendiar o Estádio do Café. Aos 12 minutos Dudu tocou para Moisés rolar para Deyverson e ser bloqueado pela zaga. Após a cobrança de escanteio executada por Dudu, Moisés desviou de cabeça, por cima.

Aos 15 minutos um susto: após vacilo do sistema defensivo alviverde, Alesson invadiu a área livre de marcação e chutou, mas carimbou Diogo Barbosa. Logo depois da chance perdida pelos mandantes, Felipão trocou Scarpa por Bruno Henrique.

Ciente da derrota parcial do Internacional para o Botafogo no Rio de Janeiro, o Verdão foi em busca da virada. Aos 18 minutos Dudu bateu colocado e exigiu de Thiago uma boa defesa. Aos 20 o camisa 7 arriscou de média distância, para fora. Aos 23 minutos Scolari queimou a última alteração: Deyverson por Borja.

Cansado, o Palmeiras só voltou a incomodar a meta adversária aos 34 minutos, quando Dudu cruzou para a área; Borja e Willian entraram livres, mas ninguém conseguiu empurrar a bola para o fundo do gol. Aos 41, após jogada brigada na área, Borja chutou fraco, nas mãos do goleiro.

Nos minutos finais da partida, contando os 5 de acréscimo, o time de Felipão não conseguiu criar uma única chance clara de gol, frustrando os mais de 25 mil torcedores que lotaram o Estádio do Café em Londrina.

Com o inesperado empate diante do lanterna, o Palmeiras vai a 71 pontos e desperdiça chance para disparar na liderança e colocar a mão na taça. A distância para o segundo colocado, no entanto, permanece a mesma: 5 pontos (agora é o Flamengo). Restam 3 rodadas.

O Verdão volta a campo às 21h45 de quarta-feira (21/11) contra o América, no Allianz Parque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.