Twitter RSS
Close

Palmeiras 4 x 2 Chapecoense – 02/10/2014

442670-970x600-1
Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress

Vitória importantíssima que traz alívio ao torcedor e tira o time da incômoda zona de rebaixamento.

O jogo teve o tradicional susto. Saímos perdendo e quase tomamos o segundo no início do segundo tempo.

Depois disso parece que o time acordou e fez logo 4, sendo 3 de Henrique.

Jogo válido pela 26ª rodada do Brasileirão 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 02/10/2014, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: José Antônio Chaves Franco Filho (RS) e José Javel Silveira (RS)
Público: 14.299 pagantes
Renda: R$ 304.500,00
Cartões amarelos: Zezinho, Fabinho, Rafael Lima e Rodrigo Biro (CHA)
Gols: Palmeiras: Wesley, aos 6 minutos do segundo tempo e Henrique, aos 12, aos 20 e aos 24 minutos do segundo tempo
Chapecoense: Leandro, aos 40 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Deola, João Pedro, Lúcio, Gabriel Dias e Juninho; Marcelo Oliveira, Victor Luis, Wesley (Bruno César) e Valdivia (Bruninho); Diogo (Cristaldo) e Henrique
Técnico: Dorival Júnior

Chapecoense: Danilo; Fabiano (Ednei), Douglas Grolli, Rafael Lima e Rodrigo Biro; Abuda, Ricardo Conceição (Wanderson), Zezinho (Nenén) e Camilo; Fabinho Alves e Leandro
Técnico: Jorginho

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 02/10/2014 – 21:21h.
Henrique faz três, Verdão vence e sai do Z4
Palmeiras começa perdendo mas vira pra cima da Chapecoense com participação decisiva do atacante: 4 a 2. Wesley fez o outro.

Com Valdivia de titular, o Verdão iniciou o jogo tomando a iniciativa. Aos 4 minutos Victor Luis experimentou de longe e fez o goleiro defender em dois tempos. Aos 9 João Pedro reclamou com razão de um pênalti não marcado de Rafael Lima.

Aos 13 minutos a melhor chance: Valdivia fez bela assistência para Diogo, que tocou para trás; Henrique finalizou e Rodrigo Biro salvou praticamente sobre a linha. A Chapecoense só foi incomodar a meta de Deola aos 22, quando Ricardo Conceição arriscou de longe, por cima. Aos 25 minutos Deola dividiu com Leandro, a bola sobrou para Camilo, que bateu colocado, mas o goleiro Palmeirense já tinha se posicionado e defendeu sem sustos.

O jogo ficou aberto. Aos 34 Marcelo Oliveira tocou para Wesley fuzilar, para fora. Aos 39 foi a vez de Juninho experimentar da entrada da área, mas também errou o alvo. No mesmo minuto Diogo sentiu uma lesão muscular e foi substituído por Cristaldo.

Mal deu tempo para o atacante argentino mostrar serviço, pois aos 40 Ricardo Conceição lançou Leandro, que ganhou de Gabriel Dias na corrida e bateu; Deola não alcançou: 1 a 0. Atrás no marcador, o time do técnico Dorival Júnior tentou não se abater.

Aos 41 minutos Juninho cruzou, Henrique escorou mas Danilo estava atento. Aos 45 Valdivia rolou para Victor Luis soltar a bomba; o goleiro foi buscar no ângulo direito, e a bola ainda bateu no travessão antes de sair. Logo depois o árbitro encerrou o primeiro tempo no Pacaembu.

A etapa final começou com o Palmeiras quase sofrendo o segundo. Leandro cruzou para Fabinho, livre da marcação, perder chance incrível. O lance acordou o Verdão, que aos 6 minutos empatou; Wesley girou pra cima da marcação e de canhota acertou um belo chute rasteiro: 1 a 1.

O gol inflamou a torcida, que empurrou o time para a virada. Aos 8 Juninho cruzou na cabeça de Henrique, mas o goleiro foi buscar. Quatro minutos depois, porém, Danilo nada pôde fazer. Wesley cobrou escanteio, Valdivia resvalou e Henrique conferiu: 2 a 1.

Mais tranquilo com a vitória parcial, o Verdão se soltou e conseguiu garantir o resultado rapidamente. Aos 18 minutos Juninho cruzou e Fabiano desviou a bola com a mão; pênalti assinalado e convertido por Henrique: 3 a 1. Aos 24 outra penalidade, desta vez de Ednei em Henrique. O próprio Henrique cobrou e aumentou a fatura: 4 a 1.

Atropelada, a Chapecoense só foi tentar reagir aos 28 minutos com Abuda, que finalizou e viu Deola defender já caindo. A partir dos 30 o técnico Dorival Júnior começou a promover as alterações a que ainda tinha direito. O primeiro a sair foi Wesley, que cedeu lugar a Bruno César. Aos 37 Valdivia foi substituído por Bruninho.

Nos minutos finais a Chapecoense ainda conseguiu descontar com Leandro, mas já era tarde: 4 a 2. Com a vitória o Palmeiras vai a 28 pontos, sai da zona de rebaixamento e não voltará independente dos outros resultados da rodada.

O Verdão volta a campo apenas na próxima quarta-feira (08/09) para enfrentar o Botafogo. O jogo será às 19h30, no Maracanã.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.