Twitter RSS
Close

Sport 2 x 1 Palmeiras – 06/06/2012

ilha4_1
Thiaguinho, do Sport, disputa com Juninho, do Palmeiras (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

O início do Brasileirão já começa a dar sinais de preocupação. Finalizada a 3ª rodada temos apenas 1 ponto.

Uma atuação ruim num jogo bastante travado e com nossa defesa falhando bastante não deu outra: derrota.

É fundamental começar a reagir na próxima rodada para não repetirmos o fiasco de 10 anos atrás.

Jogo válido pela 3ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data: 06/06/2012, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA)
Cartões amarelos: Maikon Leite (Palmeiras)
Gols: Sport: Marquinhos Paraná, aos 14 minutos do primeiro tempo. Felipe Azevedo, aos 26 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Barcos, aos 38 minutos do primeiro tempo

Sport: Magrão; Moacir (Hamilton), Bruno Aguiar, Edcarlos e Rivaldo; Tobi, Rithely, Marquinhos Paraná e Thiaguinho (Milton Júnior); Jheimy (Reinaldo) e Felipe Azevedo
Técnico: Vágner Mancini

Palmeiras: Bruno; Artur (Cicinho), Henrique, Leandro Amaro e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia (Daniel Carvalho); Maikon Leite, Barcos e Luan (Mazinho)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Doação de pontos, parte 3: Sport agradece

Com Barcos, Luan e Maikon Leite juntos no ataque, o Verdão iniciou o jogo tomando a iniciativa. Debaixo de muita chuva, foi do time de Felipão as primeiras chances de gol. Aos 2 minutos Marcos Assunção cobrou falta e Magrão afastou com um soco. Aos 8 Juninho cruzou sob-medida para Valdivia, mas Bruno chegou antes.

O Sport, acuado, não levava perigo, até que aos 14 minutos Valdivia errou um passe, Leandro Amaro falhou no corte e a bola sobrou para Marquinhos Paraná, livre, na cara de Bruno: 1 a 0. O Verdão poderia ter empatado logo no minuto seguinte com Maikon Leite, mas o chute do camisa 7 saiu à esquerda de Magrão.

Após o gol perdido, o Palmeiras se perdeu. Errando muitos passes, o time de Felipão passou a dar muitos espaços ao Sport, que só não aproveitou graças à sua deficiência técnica. No final do primeiro tempo o Verdão voltou a se encontrar, e não demorou para conseguir a igualdade.

Aos 37 minutos Henrique arrancou e tocou para Barcos; o Pirata fintou seu marcador e fuzilou de canhota. Golaço: 1 a 1. Na jogada seguinte Valdivia serviu o camisa 9 que bateu cruzado; a melhor opção seria passar para Luan. Aos 42 nova chance para a virada, dessa vez com Maikon Leite, que recebeu cruzamento preciso de Luan, driblou um zagueiro mas errou o chute. 

Na etapa final o panorama da partida não mudou. O Sport ficava recuado à espera de um contra-ataque ou de um vacilo do sistema defensivo Palmeirense, enquanto que o Verdão mantinha a posse de bola, mas pecava na hora do último passe ou da finalização.

Aos 8 minutos Maikon Leite fez boa jogada pela esquerda e tocou para Valdivia finalizar muito mal, por cima. Aos 20 Barcos experimentou de longe, para fora. Aos 26 a tática dos mandantes deu certo: Luan quis driblar no campo defensivo, perdeu a bola e viu Felipe Azevedo avançar; o meia resolveu chutar da entrada da área e Bruno aceitou: 2 a 1.

A frente no placar, o Sport tratou de recuar para tentar segurar a vitória. Desesperado, Felipão trocou três de uma vez: Valdivia por Daniel Carvalho, Artur por Cicinho e Luan por Mazinho. As mudanças não surtiram efeito. O máximo que o Verdão conseguiu foi um gol anulado de Barcos; o Piratava estava um pouco a frente de seu marcador.

Assim foi a segunda derrota alviverde no Brasileirão. O time soma só 1 ponto e já se vê preocupado com a zona de rebaixamento.

Sábado, dia 09, o Palmeiras recebe no Pacaembu o Atlético-MG. O jogo será no ingrato horário das 21h.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.