Twitter RSS
Close

Palmeiras 3 x 0 Linense – 23/03/2011

Depois do empate na última rodada, o Palmeiras recebeu a Linense em Barueri para tentar se aproximar da classificação às quartas da competição.

Mesmo sem a presença do chileno Valdivia, o Palestra passeou em campo e abriu 2 x 0 no primeiro tempo. Na segunda etapa o Verdão voltou num ritmo menos acelerado, mas bastou o Linense mostrar um pequeno ímpeto ofensivo para o time de Felipão liquidar de vez a partida fazendo o terceiro.

O resultado leva o Palmeiras a 32 pontos, o que mantém a equipe no topo da classificação e com os pés nas quartas.

Jogo válido pela 15ª rodada do Paulistão 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data: 23/03/2011 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto de Sousa
Assistentes: Ricardo Pavanelli Lanutto e Humberto Talarico Leite
Assistentes adicionais: Robério Pereira Pires e Marcelo Duarte
Cartões amarelos: Danilo, Kleber e Marcos Assunção (Palmeiras); Tarracha, Gilsinho e Bruno Quadros (Linense)
Gols: Patrik, aos 38, e Kleber, aos 42 minutos do primeiro tempo; Patrik, aos 16 minutos do segundo tempo
Público: 3.986 pessoas
Renda: R$ 107.38,00

Palmeiras: Deola; Cicinho, Danilo, Leandro Amaro e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção (Chico), Patrik e Lincoln (Tinga); Adriano e Kleber (Miguel)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Linense: Mateus; Marcelo, André Turatto (Samuel), Bruno Quadros e Tarracha; Marcelo, Marcus Vinícius, André Bilinha (Rodrigo), Henrique (Rodrigo Guaru) e Gilsinho; Pedrão
Técnico: Pintado

PTD, ESPN, Globo Esporte, Terra EsportesEstadaoFolha Online.

Patrik brilha, faz 2, Palmeiras bate Linense e se aproxima de vaga

O Palmeiras se aproximou de assegurar matematicamente a classificação às quartas de final do Campeonato Paulista. A equipe comandada por Luiz Felipe Scolari, mesmo sem a presença do chileno Jorge Valdivia, passeou na noite desta quarta-feira contra o Linense, em duelo realizado na Arena Barueri, e assegurou uma tranquila vitória por 3 a 0, em confronto válido pela 15ª rodada do Estadual.

E diante do clube interiorano, o principal destaque acabou sendo justamente um dos jogadores que ainda buscam um espaço entre os titulares. O jovem Patrik, que somou atuações apagadas nos últimos jogos, subiu de rendimento diante do Linense e marcou dois gols na Arena Barueri. Kleber, após pênalti discutível sofrido por Adriano, também balançou as redes.

Além dos artilheiros da noite, a torcida palmeirense elegeu na parte final do confronto outro herói. O meia Lincoln, que chegou a ser colocado na lista de transferências do clube por Scolari, retornou a campo como titular diante do Linense e teve uma ótima atuação, notabilizada pela intensa movimentação e boa distribuição de passes. O pequeno público presente aplaudiu o jogador quando o camisa 99 foi retirado de campo pelo treinador.

O resultado positivo aproximou o Palmeiras da vaga à próxima etapa da competição estadual. Com 32 pontos somados, em 15 rodadas, o clube de Palestra Itália está a um triunfo de avançar ao mata-mata. Em contrapartida, o Linense, campeão A-2 no ano passado, segue na zona de rebaixamento, com somente 12 pontos.

A primeira oportunidade para o Palmeiras se assegurar matematicamente será no final de semana. No sábado, às 18h30 (de Brasília), a equipe alviverde encara o Bragantino, no Estádio do Canindé. Já o Linense buscará a reabilitação no domingo, às 18h30, contra o Botafogo-SP, dentro de casa.

O jogo

Sem Valdivia, que continua fora por lesão, Luiz Felipe Scolari surpreendeu e escalou para a noite desta quarta-feira o antigo renegado Lincoln. Em um espaço de dois dias, o meia deixou a lista de transferências do clube de Palestra Itália para figurar entre os titulares diante do Linense.

Muito ativo desde o início do confronto, o camisa 99 buscou comandar as jogadas ofensivas palmeirenses; no entanto, sentindo a falta de ritmo de jogo, não conseguiu completar a missão de fazer o Palmeiras jogar. Mais veloz, o jovem Patrik acabou sendo o responsável pelo ataque, levando perigo ao gol do Linense.

O Linense respondeu com outra oportunidade de gol em condição irregular. Pedrão recebeu na meia-lua, de frente para Deola, mas o jogo já estava parado, impedindo aquela que seria a principal chance da equipe interiorana em todo o primeiro tempo.

Já o Palmeiras, que via Lincoln um pouco travado no meio-campo, obrigando Kleber a deixar a área em alguns momentos, assustou a meta de Mateus de verdade só aos 32min: Cicinho cruzou à meia altura e Adriano desviou de cabeça, mas nas mãos do goleiro.

Em seguida, foi a vez de Lincoln perder um gol feito. Cicinho – um dos jogadores mais acionados no ataque palmeirense – chutou da meia direita, com força, e obrigou Mateus a soltar. Quase debaixo da trave, o meia ficou com a sobra e pegou mal na bola, chutando por cima.

Mas o camisa 99 se redimiu aos 38min. Ele recebeu bola na meia esquerda e deixou de calcanhar para Patrik. O jovem meia adiantou a bola, enganou a marcação e acertou um belo chute no ângulo direito, abrindo o marcador e anotando seu quinto gol na competição.

Empolgado, o Palmeiras precisou de somente mais quatro minutos para ampliar a vantagem. Adriano fez boa tabela com Kleber, invadiu a área, foi tocado pelo zagueiro e ganhou pênalti. Kleber cobrou no meio e marcou o segundo gol, o de número sete dele no campeonato.

No retorno do intervalo, apesar da vantagem de dois gols, o Palmeiras quis mais. Aos 8min, Cicinho saiu em disparada na frente do gol e tentou marcar por cobertura, mas pegou forte demais. Em seguida, Lincoln arriscou de fora, mas também exagerou na força.

Aos 15min, o time enfim acertou o pé. Após boa troca de passes no meio-campo, Patrik recebeu de Lincoln no bico esquerdo da área e tentou o cruzamento, mas a bola pegou na zaga e voltou para o meia chutar cruzado, de esquerda, para balançar a rede pela última vez.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.