Twitter RSS
Close

Uberaba 0 x 4 Palmeiras – 16/03/2011

Dando uma pausa no estadual, o Palmeiras foi a Uberaba enfrentar a equipe local pela segunda fase da Copa do Brasil.

Além do adversário, o Verdão precisou superar as condições horríveis do gramado, castigado após forte chuva.

Mesmo com o gramado ruim, o Palestra conseguiu criar boas chances e abriu 3 ainda no primeiro tempo.

No segundo tempo o panorama da partida não mudou. O Palmeiras seguiu soberano, enquanto que o Uberaba pouco fez para tentar pelo menos o gol de honra.

Com a vitória, o Palmeiras garante vaga de forma antecipada nas oitavas de final da Copa do Brasil e agora espera o ganhador do confronto entre Sampaio Corrêa-MA x Santo André.

Jogo de ida válido pela segunda fase da Copa do Brasil 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Uberabão, Uberaba (MG)
Data: 16/03/2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Gelson Pimentel Rodrigues (ambos do ES)
Público e renda: Não divulgados
Cartões amarelos: Balduin, Gabriel, Rodrigão e Hugo Alexandre (Uberaba); Thiago Heleno e Chico (Palmeiras)
Gols: Luan, aos 10 e aos 21, e Kleber, aos 41 minutos do primeiro tempo; Kleber, aos 46 minutos do segundo tempo

Uberaba-MG: Fernando; Maurinho (Eder), Felipe, Rodrigão e Bruno Campos; Balduin, Gustavo, Gabriel (Juninho Cearense) e Cristiano Brasília (Hugo Alexandre); Marcinho e Cadu
Técnico: Nenê Belarmino

Palmeiras: Deola; Márcio Araújo, Danilo, Thiago Heleno e Rivaldo; Chico, Marcos Assunção (João Vitor), Patrik (Cicinho) e Valdivia (Vinicius); Luan e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

PTD, Globo Esporte, Terra EsportesEstadaoFolha Online.

Em campo encharcado, Palmeiras goleia o Uberaba na Copa do Brasil

A equipe venceu por 4 a 0, com dois gols de Luan e Kléber, e eliminou a partida de volta

WAGNER BORDIN, estadão.com.br

SÃO PAULO – Em um campo que mais parecia uma piscina, o Palmeiras venceu tranquilamente o Uberaba por 4 a 0 e, diferentemente da última rodada, eliminou a partida de volta e já está classificado na Copa do Brasil.

Vivendo um ambiente muito mais tranquilo que a equipe mineira, que perdeu o treinador no início da semana e que não vence há três rodadas, o Palmeiras agora aguarda a definição do duelo entre Sampaio Corrêa e Santo André.

Sem a menor condição de ter uma partida de futebol devido à forte chuva que atingiu Uberaba e ao péssimo sistema de drenagem, o árbitro resolveu, principalmente pelo calendário apertado do futebol brasileiro, realizar o jogo, ou a ‘pelada’ como foi chamada por Felipão.

Beneficiado principalmente pela qualidade do campo de defesa do Uberaba, que possibilitava um melhor toque de bola por estar mais seco do que o seu campo, o Palmeiras praticamente liquidou a partida nos primeiros vinte minutos de jogo.

E, foi justamente em uma arrancada de Luan pela lateral que estava menos comprometida, que o Palmeiras conseguiu abrir o marcador. O jogador acertou belo chute, obrigou o goleiro Fernando a jogar a bola para a linha de fundo. No escanteio, Marcos Assunção colocou a bola na cabeça do atacante, que subiu sozinho e abriu o marcador.

Na frente do marcador, o Palmeiras continuou a criar as melhores jogadas da partida, e não tardou para ampliar e ficar ainda mais tranquilo. Luan tabelou com Kléber na entrada da área do Uberaba, saiu na cara de Fernando e tocou com categoria na saída do goleiro, sem chances de defesa.

Palmeiras continuou a pressionar, e não ampliou a vantagem graças a trave e ao péssimo estado do gramado que, muitas vezes, chegou a parar a bola no momento do chute do atacante. O Uberaba também teve suas chances, chegou a colocar uma bola na trave de Deola, mas a fraca qualidade técnica da equipe, aliado ao péssimo estado do gramado, ajudou a equipe paulista.

Kléber ampliou já nos acréscimos, com um chute fraco, mas bem colocado no canto do goleiro Fernando, que não pulou e apenas ficou olhando a bola morrer no fundo das redes.

Na segunda etapa, a equipe paulista diminuiu o ritmo, principalmente pelo estado do gramado que desgastou bastante os jogadores na primeira etapa, e mas conseguiu manter a vantagem obtida na primeira etapa.

Kléber, Luan e Valdívia criaram algumas oportunidades, principalmente em boas triangulações, mas o campo não ajudou os atacantes palmeirenses. O setor defensivo da equipe mineira era o mais prejudicado pela chuva, e em muitas oportunidades a água acabou atuando do lado Uberaba.

E, quando todos já davam como certa a vitória por 3 a 0, o lateral Vítor fez boa jogada pela lateral esquerda, e Kléber, outro que fez boa partida, selou a goleada palmeirense com um belo gol de voleio.

Com este resultado, a equipe ganha uma semana para se preparar para o Campeonato Paulista e, principalmente, poupar os jogadores, como ressaltou Marcos Assunção na saída do gramado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.